Domingo, 25 de Agosto de 2019

Ocorrências policiais movimentam o final de semana em Redenção com cinco assassinatos




COMPARTILHE

O ultimo final de semana foi extremamente violento alem de uma rebelião no presídio local que resultou na morte de 03 presos, outros dois assassinatos movimentaram as ocorrências policiais da cidade de Redenção, no sul do Pará.

Nio primeiro caso, Renato Silva de Almeida foi assassinado com vários tiros, na noite de sábado (11), segundo a polícia, no setor Capuava. Em diligência, o GTO localizou um dos suspeitos do crime no setor Santos Dumont, trata-se de Gabriel da Silva que foi preso em flagrante por homicídio doloso e será encaminhado ao presídio, onde ficará à disposição da justiça. A Polícia Civil iniciou as investigações.

Segundo homicídio - Edilson Pielles de Oliveira foi assassinado a tiros por volta das 3h da madrugada deste domingo (12), nas proximidades de um bar também no setor Capuava. O autor do crime, José Carlos da Silva, foi preso por policiais militares após tentar se evadir do local. Segundo informações os dois homens tinham desavenças antigas.

Assaltante preso - Policiais civis tambem prenderam neste sábado (11), em cumprimento a mandado de prisão preventiva. Segundo investigações da Polícia Civil, Fabrício, na companhia de um comparsa, havia roubado R$ 4.185,00 de uma mulher no centro da cidade. A dupla estava de moto e usando uma arma de fogo tomou a bolsa da vítima com o dinheiro dentro. O outro roubo foi cometido contra um funcionário e dono de um posto de combustível. O roubo foi no valor de R$ 58.245,00. Esse último assalto teria ocorrido em dezembro do ano passado.


Autor:AMZ Noticias com Otávio Araujo


Comentários:
O Jornal do Carajas não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal Do Carajas Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal Do Carajas