Domingo, 29 de Marco de 2020

Prefeitura de Araguaína decide suspender o transporte público por causa do novo coronavírus




COMPARTILHE

A Prefeitura de Araguaína informou que suspenderá o transporte público do município nesta segunda-feira (23), além de outros serviços como atendimento ao público em estabelecimentos comerciais, além de prevê o fechamento da rodoviária na quarta-feira (25). As medidas são em prevenção ao novo coronavírus.

O decreto com as suspensões dos serviços será publicado nesta segunda-feira, pela Prefeitura. Além disso, está previsto restrição nos serviços do órgão, a partir de terça-feira (24). Mantendo em cada secretaria apenas serviços essenciais. A decisão do município é através da portaria nº 254, do Ministério da Saúde, publicada nesta sexta-feira, que declarou em todo o território nacional estado de transmissão comunitária.

Os números do coronavírus no Tocantins foram atualizados na noite deste sábado (21) pela Secretaria de Estado da Saúde. O novo boletim apresenta 79 casos suspeitos, dois confirmados e 17 descartados em todo estado. No balanço anterior, desta sexta-feira (20), eram 67 suspeitas.

O boletim estadual aponta notificações em Palmas (48 casos), Araguaína (9 casos), Gurupi (7 casos), Pedro Afonso (3 casos), Bandeirantes do Tocantins (2 casos), Nova Olinda (1 caso), Miracema do Tocantins (1 caso), Xambioá (1 caso), Arapoema (1 caso), Paraíso do Tocantins (1 caso), Augustinópolis (1 caso), Cariri do Tocantins (1 caso), Porto Nacional (1 caso), Silvanópolis (1 caso), além de 1 caso de uma paciente que reside em outro estado.


Autor:Redação AMZ Noticias


Comentários:
O Jornal do Carajas não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal do Carajas e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias