Sábado, 15 de Agosto de 2020

Polícia prende suspeito e recupera 58 cabeças de gado furtadas em Barra do Garças




COMPARTILHE

Uma operação da Polícia Civil, recuperou 58 cabeças de gado furtadas de uma propriedade na zona rural de Barra do Garças, a ação ocorreu nesta quarta-feira (24.06) no município de Ribeirão Cascalheira (900 km a leste de Cuiabá).

O rápido trabalho realizado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças, coordenado pelo delegado Nelder Martins Pereira, um homem foi preso em flagrante pelo crime de receptação.

Recorrente em crimes desta natureza, o suspeito foi identificado como um dos integrantes do grupo e responsável por planejar o crime. O furto ocorreu na madrugada de terça-feira (23), em uma fazenda na área rural de Barra do Garças, de onde foram subtraídos 58 animais da propriedade agrícola.

Logo que acionada, a equipe da Derf iniciou as investigações e, após informações subsidiadas pela Polícia Rodoviária Federal e Delegacia de Ribeirão Cascalheira, os policiais civis localizaram o gado furtado em uma fazenda na região de Ribeirão Cascalheira.

Com a recuperação do rebanho, os animais foram restituídos à vítima. O suspeito, que já havia sido preso no final do ano passado na operação “Boi Bandido 2”, da Polícia Civil, foi conduzido para a Derf de Barra do Garças, onde foi interrogado e preso em flagrante por receptação. Conforme o delegado Nelder Martins Pereira, durante as diligências foi possível identificar os outros envolvidos, que não foram presos, porém, poderão ser indiciados pelos crimes de abigeato e associação criminosa.


Autor:AMZ Noticias com Assessoria


Comentários:
O Jornal do Carajas não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal do Carajas e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias