Segunda-Feira, 23 de Setembro de 2019

Aeronáutica e Infraestrutura viabilizam recursos para obras do aeroporto de Redenção




COMPARTILHE

Considerada uma das grandes forças econômicas do estado do Pará, a cidade de Redenção reúne em seu entorno cerca de 15 cidades, localizadas em um raio de 250 quilômetros, e cuja população regional de mais de 300 mil habitantes, busca na cidade polo todo apoio regional.

Apesar de ser o principal polo do Sul do estado, a cidade de Redenção sofre ainda com a deficiência do sistema de infraestrutura aérea no município, porem esta demanda esta próxima de ser solucionada, graças as ações do atual prefeito Carlo Iavé, que vê a obra como de suma importância para sanar as alternativas de deslocamento aéreo para outras regiões do país.

A luta do prefeito parece estar dando resultado, no ultimo dia 15 de agosto, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar, Antonio Carlos Moretti Bermudez, e o Secretário Nacional de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura, Ronei Glanzmann, assinaram aditiva ao Termo de Execução Descentralizada (TED) em andamento, que viabiliza mais investimentos em aeroportos da Região Amazônica, e Redenção permaneceu na lista final.

O TED, cujo valor total passa a ser de R$ 170.875.243,36, (Cento e setenta milhões, oitocentos e setenta e cinco mil, duzentos e quarenta e três reais e trinta e seis centavos) com recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC). O documento é voltado para execução de projetos, obras e aquisição de equipamentos, beneficiando atualmente 24 aeroportos regionais do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso e Pará. As obras serão realizadas pela Comissão de Aeroportos da Região Amazônica (COMARA) da Força Aérea Brasileira (FAB), em coordenação com o Departamento de Investimentos da SAC.

O secretário Glanzmann destacou a importância da cooperação para qualificar a infraestrutura aeroportuária no norte do país. “Hoje, demonstramos a parceria e integração existentes entre os ministérios da Infraestrutura e da Defesa, com a participação efetiva da SAC e do COMAER, em prol de benefícios para a sociedade”, ressaltou. “A parceria com a Comissão de Aeroportos da Região Amazônica permitirá o atendimento à população brasileira dos mais longínquos rincões do país”, completou o secretário.

De acordo com o Tenente-Brigadeiro Bermudez, a parceria com a SAC é de extrema relevância. “Essa colaboração entre as instituições corrobora com o trabalho da Força Aérea Brasileira (FAB) nas questões aeroportuárias”, destacou.

A reunião contou ainda com a presença do Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), Tenente-Brigadeiro do Ar,Carlos Augusto Amaral Oliveira, do Vice-Chefe do EMAER, Major-Brigadeiro Heraldo Luiz Rodrigues, do Chefe da 4ª Subchefia do EMAER, o Brigadeiro Engenheiro Eliezer de Freitas Cabral, além de representantes do Departamento de Investimentos da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC).

Segundo a lista os aeroportos contemplados serão os de Juína, Matupá, São Felix do Araguaia em Mato Grosso, Marechal Thaumaturgo, Tarauacá no Acre: Oiapoque no Amapá: Barcelos, Boca do Acre, Carauari, Coari, Eirunepé, Estirão do Equador, Humaitá, Iauaretê, Lábrea, Manicoré, Maraã, Parintins no Amazonas: e Breves, Paragominas, Itaituba, Conceição do Araguaia, Oriximiná, e Redenção no Pará.


Autor:AMZ Noticias com Assessoria


Comentários:
O Jornal do Carajas não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal Do Carajas Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal Do Carajas